quarta-feira, 17 de março de 2010

Insatisfação crônica

Não sei o que deu em mim, ou o que dei ou deixei de dar para que isso acontecesse.
Afinal, acho que nem mudei tanto assim de uma hora pra outra. Eu simplesmente cansei de segurar a insatisfação crônica que sempre existiu aqui dentro.
Não sei o que é, só sei que nesse exato momento, queria ir embora em um avião e não saber quando voltar. Se voltar.

"Artistas são tão sensíveis, mas não dê muita atenção se eu demorar pra voltar um pouco mais dessa vez."

E sempre que eu cito Ricotta é porque tem algo estranho acontecendo comigo. Sempre.
Mas isso não é por causa de coisa alguma, ou de pessoa alguma, ou de qualquer merda que poderia estar ruim na minha vida mas não está.
É que sempre que não tenho motivos para reclamar eu reclamo disso mesmo e já me sinto mais ou menos satisfeita.

"Desculpa mas me perdi no meio do caminho
Devem ser os "problemas emocionais"...
Mas eu acredito nelas mesmo que não faça sentido
Porque elas não são mentiras, são intuições
E eu acredito nas intuições"

E você pode pensar que o problema é com você. E pode parecer cliché mas vou dizer agora o que sempre digo: o problema é comigo, babe.
Está tudo bem se talvez eu analisar minha vida com a perspectiva do copo meio cheio. Mas eu não gosto de copos meio cheios ou meio vazios ou meio qualquer coisa. Medíocre pra mim não serve. Quero o copo transbordando.

E nem adianta perguntar o que eu quero.
Como sempre, e agora mais do que nunca, eu só sei o que eu não quero. E eu não quero isso.
Algum dia ainda paro de citar Vicky Cristina Barcelona para demonstrar qualquer sentimento de merda que passe por mim, mas eu ainda não encontrei nada melhor que pudesse suprir a minha carência de pilar quando o assunto é exatamente aquele que guia meu Woody Allen preferido (e todos os meus dias Woody Allen também): insatisfação crônica.

Sim, talvez eu seja mais Cristina que María Elena. Damn it, eu queria mesmo ser a Penelope Cruz...

2 comentários:

Esperanto Vestoj disse...

êita Puberidades.
=)
Sempre que anuncia teu bosque, tem texto q grita né.

lfrattajr disse...

Adoreii. Muito bom mesmo.
To em duvida entre a Scarlett e a Penelope.
Um dia respondo.
hehhee
BEIJAOO