quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

essa eu fico me devendo

parabéns para mim, parabéns para mim, parabéns para mim, parabéns para mim!
(em ritmo de Sandra Rosa Madalena)

não,
hoje não é meu aniversário, não fiz nada que mereça um mísero tapinha nas costas (muito pelo contrário, por sinal) e não existe motivo algum para alguém me parabenizar exceto como foi feito no texto acima: de forma irônica.

bazzinga

a coisa tá ficando feia pro meu lado e espero que as decisões que estou tomando não afetem meus planos futuros. e durante muito tempo assim...
assim?
que frase foi essa, holy shit?

aleatória. completamente aleatória.

tenho dois livros na minha estante que ainda nem comecei a ler, isso é sinal de sinal fraco aqui dentro. tem alguma coisa não funcionando muito bem...

voltei a saltar duas linhas a cada sílaba. voltar às raízes pode ser algo bom, mas é claro, bom apenas em coisas banais como essa... em coisas que realmente afetam o quotidiano, prefiro não voltar a nada que remeta ao passado. exceto talvez, nos meus estudos de história e arqueologia...
mas isso já é outro caso, o caso é que quero desvendar os casos do Scotland Yard que comprei para passar meu tempo, ainda que sozinha, e ainda nem sequer abri o tabuleiro.

o que está acontecendo comigo?
nenhuma paixão avassaladora por itens pouco mais que mundanos em uma esfera biológica,
nenhum...
nada, só o primeiro item já é suficiente para o questionamento.

coisas, coisas...

estou em dívida comigo mesma.


2 comentários:

Fernando Lago disse...

E eu pensando que era o único que mantém o nome no auto-SPC.
Como não sou um auto-cobrador tão miserável, vou deixando o meu nome fazer aniversários na minha própria lista. Talvez algum dia a dívida caduque.

Carol Ornellas - Caronella disse...

ok, babei no seu layout, baby!
hahahaha

e o que está acontecendo, hein?